Veja quais panelas são melhores para uma alimentação mais saudável

Médico explica como escolher panelas que não alterem o valor nutricional dos alimentos

Panelas de cerâmica Ceraflame
Divulgação

 

Você sabia que o recipiente no qual cozinha suas refeições pode influenciar tanto no valor nutricional dos alimentos quanto na sua saúde? Sim, a depender do que são feitas as panelas, há substâncias que podem passar dos utensílios para a comida.

O médico naturopata Denison Ayal, com atuação em vários estados brasileiros, explica os tipos de panelas e como elas influenciam na alimentação. Veja a análise que ele faz sobre os materiais e suas consequências para a saúde:

Piores panelas

As panelas mais usadas no Brasil, de alumínio e com revestimento de teflon, não são adequadas e podem causar contaminação.

As panelas de alumínio merecem atenção, pois conforme você vai usando, o metal vai desgastando e para onde vai? Para a comida e depois é absorvido pelo corpo! Entre os problemas relacionados a essa contaminação estão o Alzheimer, Parkinson, anemia, doenças cardiovasculares, problemas de coagulação, entre outros.

Já as panelas antiaderentes de teflon têm em sua maioria uma substância chamada PFOA (ácido perfluorooctanóico), associada a um maior risco de câncer, bem como níquel, que pode causar uma variedade de problemas circulatórios, de memória e vários outros.

Outros modelos de panelas, como de aço inox, têm níquel, ferro e cromo, também podendo levar a contaminações.

Melhores panelas

Segundo Ayal, as melhores panelas são as de cerâmica, por serem atóxicas. “Não adianta você preparar alimentos naturais, saudáveis, numa panela que vai contaminar seu corpo com metais pesados”, destaca. Além disso, a cerâmica economiza gás, por ser boa condutora de calor. “Você pode aquecer e depois desligar o fogo, deixando que a panela finalize o cozimento”, explica. Ao comparar os vários materiais, o médico explica que prefere panelas como as da marca catarinense Ceraflame, feitas totalmente em cerâmica, com revestimento que não arranha e tem fácil manutenção. 

Panelas de cerâmica Ceraflame
Divulgação

Há outras boas opções, mas todas com alguma restrição ao uso ou durabilidade. A panela de barro, apesar de produzir alimentos saudáveis, aquece muito e não é todo tipo de comida que você consegue fazer nelas.  As de vidro também são interessantes, mas quebram com mais facilidade.  E as de pedra sabão são adequadas, mas de difícil manuseio, devido ao peso e também às dificuldades de limpeza, por serem porosas. Na comparação, portanto, a panela de cerâmica fica em destaque.

Panelas de cerâmica Ceraflame
Divulgação

Altamente durável, com modelos de panelas, caçarolas, frigideiras, bules e chaleiras, a linha cerâmica Ceraflame mantém o calor por muito mais tempo, pode ser levada ao microondas, ao freezer e à lava-louças, e o melhor de tudo, não risca. Produzidas com materiais resistentes e de ótima durabilidade, elas oferecem qualidade e sofisticação.

Panelas de cerâmica Ceraflame
Divulgação

Para mais informações:

www.ceraflame.com.br.

Denison Ayal (Instagram @denison.ayal )

Redação: Leanderson Amorim – NordestinosPasulistanos 

Por Caroline Michel – Pontuale Comunicação