Produção garantida e protegida durante os 365 dias

Além de reduzir o ataque de pragas e invasoras, cultivo em estufas proporciona aumento de produtividade de até 30% e maior tranquilidade aos produtores

Divulgação

O que todos os agricultores buscam em suas propriedades é segurança e tranquilidade para garantir uma boa produção. Quando falamos do cultivo de hortaliças, frutas, leguminosas e ornamentais, os cuidados precisam ser ainda maiores. Uma das ferramentas mais eficientes nesse sentido são as estufas, pois com esse sistema é possível ter maior controle do microclima, baixa incidência de pragas e plantas daninhas, solos mais saudáveis e manejo facilitado.

Algumas pesquisas apontam que o cultivo protegido aliado à tecnologia, tem sido responsável pela expansão de 30% da produtividade no cinturão hortifrutícola do interior paulista nos últimos anos. Holambra, Atibaia, Mogi das Cruzes, Ibiúna, São Miguel Arcanjo, Bragança Paulista, uma parte do Vale do Paraíba e Vale do Ribeira, são apenas algumas das regiões que se destacam, principalmente pela adesão à tecnologia. “Temos acompanhado bons índices de produtividade não somente no interior paulista, mas também no Sul de Minas Gerais e também na Serra Gaúcha, pois os agricultores, por meio de estufa, conseguem reduzir riscos, principalmente contra intempéries”, diz Diego Schmidt, engenheiro agrônomo e inteligência de mercado do Grupo Nortène

Uma dessas tecnologias para tornar esse sistema de cultivo ainda mais eficiente, podendo alcançar produtividade de até 50% maior no ambiente controlado em relação à produção em campo aberto, acaba de ser lançada pelo Grupo Nortène. A nova linha Maxilux, de filmes agrícolas, conta com três novos produtos: HALS DIF AE, HALS DIF AV UV e bloqueador de UV. Segundo Schmidt, todos os lançamentos são dotados de alta difusão e antiestárico, o que impede o acúmulo de pó na superfície da estufa. Além disso, possuem aditivações específicas com antivírus. “São filmes que podem ser utilizados em todos os tipos de cultivo, que trazem uma qualidade de luz dentro da estufa muito grande e isso favorece a alta produtividade das culturas”, ressalta.

Entre os diferenciais da nova linha, destaque para a maior taxa de fotossíntese, o que garante melhor produtividade e qualidade, uma vez que diminui o ciclo da planta. Os produtos Maxilux possuem ainda o bloqueio de UV (radiação ultravioleta) desenvolvido para impedir a queima do cultivo. Todos esses benefícios só são possíveis graças à tecnologia israelense exclusiva no desenvolvimento dos filmes. “Essa inovação está ligada à qualidade do plástico, e Israel é pioneiro em filmes agrícolas no mundo, usamos essa tecnologia, não só de produção, mas também de matérias-primas, aditivos específicos, formulações dos plásticos, o que permite a fabricação de produtos de alta performance”, finaliza o engenheiro agrônomo.

Grupo Nortène – Fundada em 1981 e sediada em Barueri/SP, a Nortène é pioneira no fornecimento de: reservatórios de geomembrana, filmes agrícolas, mulching, telas plásticas tecidas, telas plásticas termo-soldadas, silo-bolsa, agro silo tubo Flex-silon, telas tapume e lona para construção. A Nortène contribui também com sua tecnologia exclusiva em plásticos na fabricação e na comercialização dos produtos das empresas: Engepol Geossintéticos, Santeno Irrigação, Tecnofil Soluções em telas e Silox armazenagem.

Redação NordestinosPaulistanos 

Por Rural Press – Kassiana Bonissoni