Dia Mundial da Saúde Bucal incentiva pessoas a terem orgulho da sua boca

A maioria dos problemas bucais podem ser tratados ou até mesmo prevenidos com uma rotina de cuidados diários

Foto divulgação Pexels

Tenha orgulho da sua boca. Esse é o lema definido pela Federação Dentária Internacional (FDI) para o Dia Mundial da Saúde Bucal no período de 2021 a 2023. A data é celebrada em 20 de março e tem o propósito de conscientizar a população sobre a importância dos cuidados com a saúde dos dentes e da boca.

O cirurgião-dentista Benedicto Bassit, presidente da Câmara Técnica de Periodontia do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), explica por que ter uma boca saudável é tão importante na vida das pessoas: “Quando temos todos os dentes na boca, quando eles são bem tratados e temos um sorriso harmonioso, elevamos a nossa autoestima, o que possibilita uma melhora na comunicação, influenciando o nosso cotidiano”.

Foto divulgação Pexels

Para Bassit, os benefícios dos cuidados bucais vão muito além da saúde, impactando também a vida social e até o estado emocional de homens e mulheres. “A pessoa fica mais presente em suas atitudes, esbanjando alegria e presença de espírito, tanto na vida profissional como no convívio familiar. Uma pessoa de bem com a vida!”, afirma.

Falta de higiene bucal é a principal causa de periodontite

Diversos problemas bucais podem ser adquiridos com a falta de higiene entre eles a periodontite, uma infecção bacteriana dos tecidos e ossos que sustentam os dentes, podendo se tornar grave, quando não diagnosticada e tratada na fase inicial.

De acordo com o cirurgião-dentista, a periodontite é uma doença bucal comum, que pode ser evitada e tratada com uma boa higiene oral, acompanhada de consulta ao dentista, especialista em periodontia. “Sem o tratamento adequado, ela traz consequências como inflamação do tecido gengival, perda óssea, mobilidade dos dentes, retração das gengivas, podendo levar à perda do dente. Esse problema também provoca mau hálito e sangramentos frequentes”, alerta.

Hábitos mais saudáveis devem ser incorporados à rotina

Os primeiros passos para quem decide adotar melhores cuidados com a boca e os dentes são simples: uma boa escovação, fazer uso de fio dental e de enxaguante bucal e consultar o cirurgião-dentista regularmente. “Também é muito importante limpar a língua, com cuidado, para remover as placas”, complementa Benedicto Bassit.

Para o presidente da Câmara Técnica de Periodontia do CROSP, a correria e o estresse do dia a dia muitas vezes fazem com que as pessoas deixem de dar a devida atenção à higiene oral, por isso a importância de fazer desses cuidados simples um hábito.

Bassit diz ainda que ampliar o acesso da população aos serviços odontológicos e promover campanhas de orientação e conscientização também são ações importantes para que as pessoas tenham condições de cuidar da saúde bucal de forma eficaz.

“Com o problema que estamos vivenciando da pandemia, as desigualdades sociais aumentaram, o que implica em desigualdades nos cuidados não só com a saúde do corpo, mas com a saúde da boca”, avalia.

Nunca é tarde para cuidar da saúde bucal

Com o passar dos anos, os problemas bucais podem se acumular e comprometer a saúde e o bem-estar do indivíduo. Nesses casos, recomenda-se que o paciente faça uma consulta odontológica com um profissional da área o quanto antes.

De acordo com Bassit, os avanços tecnológicos na área de saúde bucal têm contribuído para que os tratamentos sejam mais rápidos e precisos. “Hoje, o paciente pode contar com diversos tratamentos modernos e eficazes que promovem excelentes resultados”, garante.

Sobre o CRO-SP

O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) é uma autarquia federal dotada de personalidade jurídica e de direito público com a finalidade de fiscalizar e supervisionar a ética profissional em todo o Estado de São Paulo, cabendo-lhe zelar pelo perfeito desempenho ético da Odontologia e pelo prestígio e bom conceito da profissão e dos que a exercem legalmente. Hoje, o CROSP conta com mais de 145 mil profissionais inscritos. Além dos cirurgiões-dentistas, o CROSP detém competência também para fiscalizar o exercício profissional e a conduta ética dos Técnicos em Prótese Dentária, Técnicos em Saúde Bucal, Auxiliares em Saúde Bucal e Auxiliares em Prótese Dentária. Mais informações: www.crosp.org.br 

Redação Nordestinos Paulistanos 

Por Fernanda  – Agência Apex