Com insumos de alta qualidade, Brasileirinho Delivery leva para o cliente uma refeição de fresca e saudável

Os insumos são higienizados, cortados, porcionados e armazenados logo que chegam nas unidades da rede

Durante os últimos meses, o delivery teve um aumento de 94,67% na procura pelo serviço, de acordo com os dados divulgados pela Mobillis, startup de gestão de finanças pessoais. Esse crescimento se deve pelo aumento de consumo de refeições fora do lar, pois atualmente o brasileiro gasta cerca de 32,8% de sua renda nessa modalidade, segundo a pesquisa realizada pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Com o intuito de se destacar dos outros restaurantes, a Brasileirinho Delivery, primeira rede de restaurante especializada em servir comida típica brasileira na caixinha, decidiu investir na logística para adquirir insumos de alta qualidade para assim, oferecer uma refeição mais saudável para os seus clientes.

A rede realiza a compra de todos os insumos alimentícios em mercados e hortifrutis próximos as unidades, com o propósito de ajudar a economia local e sempre ter materiais de alta qualidade, naturais e frescos para o preparo das refeições.

Todas as unidades da rede recebem os insumos diariamente que logo são higienizados, cortados, porcionados e armazenados de acordo com a receita padrão da rede em temperatura e condições adequadas segundo os órgãos fiscalizadores. Para evitar contaminações cruzadas, a rede utiliza equipamentos específicos para cada finalidade, além de pegadores que evitam o contato das mãos direto nos alimentos.

“Tendo como intuito nos destacar dos outros restaurantes, não utilizamos materiais industrializados em nossas receitas, nosso tempero é caseiro, com ingredientes que utilizamos todos os dias em nossas casas sem aditivo de conservantes”, comenta Naiara Diassis, Nutricionista da rede.

Ao desenvolver uma nova receita, a rede busca se aproximar das regiões brasileiras levando o gostinho adaptado dentro da caixinha, de acordo com as características, ingredientes e o sabor regional da refeição, baseando sempre nas recomendações diárias de referência.

Redação @nordestinospaulistanos

Por Patrícia Buzaid = Lucky Comunicação