Ceratti pede o tombamento cultural do sanduíche de mortadela

A iniciativa é um presente da marca à cidade de São Paulo que completa 467 anos no dia 25 de janeiro

FOTO-ACAOTOMBAMENTO

Em homenagem ao aniversário da capital paulista, no dia 25 de janeiro, a Ceratti quer fazer do sanduíche de mortadela, ícone da gastronomia paulistana, um Patrimônio Cultural Imaterial de São Paulo. Para isso, a marca entra hoje (19/1) com pedido oficial no Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico de São Paulo (Condephaat) e lançou uma petição virtual para o público apoiar o movimento e ter a certeza de que fez parte desse feito histórico para celebrar os 467 anos de fundação da cidade.

A iniciativa faz parte da campanha criada pela CP+B, responsável pela comunicação da marca. Também a partir de hoje peças no Facebook e Instagram da marca, nos relógios digitais, pontos de ônibus e metrô da cidade, além de ações no rádio, comunicam a população o presente que a Ceratti está oferecendo à cidade, convidando a todos para assinarem a petição que estará na landing page www.nossosanduichesp.com.br . Além de receber as assinaturas para a petição, a página conta a história do sanduíche de mortadela, que já é tradicional e um sucesso para os moradores e visitantes de São Paulo. Influenciadores apaixonados pela mortadela Ceratti convidarão seus seguidores a assinar a petição também.

FICHA TÉCNICA

Título: Sanduíche de Mortadela como Patrimônio Cultural Imaterial de São Paulo.

Campanha: Mídia digital, hotsite, OOH, rádio e influenciadores.

Agência: CP+B – CRISPIN PORTER & BOGUSKY BRASIL

Cliente: Ceratti

Produto: Mortadela Ceratti

CCO: André Kassu e Marcos Medeiros.

Direção de Criação: Lavínia Carvalho.

Criação: Karen Lopes e Mariah Assis.

Planejamento: Rodrigo Maroni, Lucas Madeira, Julia Garcia e Matheus Teixeira.

Social: Mickael Prass, Carolina Kurosawa e Paula Baião.

Atendimento: Renata Wirthmann, Gabriela Maraia, Talita Lima e João Santana.

Projetos: Nathalia Beividas, Paola Kinder e Bruna Oliveira.

Mídia: Rodrigo Medeiros, Marcela Ferreira, Matheus Barbian, Rosemeire Silva e Camila Siqueira.

BI: Felipe Miari e Guilherme Kfuri

Produção Gráfica: Robson Ciaramicoli, Leonardo Fioravante, Gabriela Corrêa, Aline Ohkawa, Tom Domiquille e Ricardo Sanches.

Aprovação cliente: Mauro Preti, Bruno Alves, Gabriela Ishida e Gabriel Silva.

RTVC: Ana Casagrande, Maryana Orru e Julia de Oliveira.

Fotógrafo: Pablo Lobo

Ação Social

E o sanduíche de mortadela também será a grande estrela de uma ação social organizada pelos permissionários do Mercadão para comemorar os 88 anos do local no mesmo dia do aniversário de São Paulo.  A ação festiva será com a preparação do famoso sanduíche de mortadela numa versão inédita em homenagem à capital paulista: serão 467 metros (idade da cidade) e mais de 1 tonelada de recheio (cerca de 780 kg de mortadela Ceratti e 260 kg de queijo prato).

Foto:Ceratti

A montagem do lanche formará a mensagem “SP 467” e todo o montante será distribuído a instituições carentes que irão retirar no local.

“Apesar de conhecida no Brasil inteiro, nossa raiz é paulistana. Surgimos na terra da garoa há 89 anos e participar dessas ações nos orgulha. Agradecemos a oportunidade de estarmos juntos com o Mercadão nessa ocasião e por ter a chance de presentear a cidade, eternizando o tradicional e tão querido sanduíche de mortadela”, declara Bruno Pimenta Alves, Gerente de Marketing da Ceratti.

SOBRE CERATTI

Presente nos lares brasileiros há 89 anos, a Ceratti® é uma das mais tradicionais marcas de frios e embutidos do país, destacando-se pela qualidade ímpar e sabor incomparável de seus produtos. A empresa possui mais de 70 tipos de produtos premium, entre eles a tradicional Mortadela Bologna, Peitos de Frango, Salames, Salsichas, Linguiças, Presuntos Crus e diversos outros, todos seguindo critérios rigorosos nos processos de produção e seleção de ingredientes. A Ceratti cumpre todas as exigências regulatórias do Brasil, além de ter uma série de procedimentos de inspeção que asseguram sua qualidade.

Por Mariana Seman ( EVCOM)

Edição : Leanderon Amorim ( Nordestinos Paulistanos )